Destas mãos que falam, saem gritos d'alma, gemidos de dor, às vezes, letras com amor, pedaços da vida, por vezes sofrida, d'um iletrado escritor. Saem inquietações, também provocações, com sabor, a laranjas ou limões. Destas mãos que falam, saem letras perdidas, revoltas não contidas, contra opressões, das nossas vidas! (AJoão)

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Zorate hoje no Twitter, sobre Isaltino Morais - V



Logo à noite numa TV perto de si: '127 Horas' com Isaltino Morais no principal papel.

- Isto tá bom para o Isaltino. Cama, comida feita, roupa lavada e passada, Cohibas...

- Por causa do Isaltino estou a perder fregueses. Digam não ao Isal (amento), libertem o Tino que há em vós, porra!

- Isaltino, deMorais muito a sair da choça, meu senhor?

- Senhor, se precisardes desta vossa Eva Gina dos Prazeres e Morais, tocai a sineta. Tocai, tocai, Isaltino.

- Isaltino teve esta manhã um pequeno acidente na prisão. Quando apanhava o sabonete, entrou-lhe um recurso no olho.

Artesãos das Caldas lançaram um novo produto: 'O Isaltino'



Sem comentários:

Contador, desde 2008:

Localizador, desde 2010:

Acerca de mim

A minha foto
"Horta do Zorate" é um blogue pessoal, editado por Alberto João (Catujaleno), cidadão do mundo, fazedor desencostado, em auto-construção há 59 anos.