Destas mãos que falam, saem gritos d'alma, gemidos de dor, às vezes, letras com amor, pedaços da vida, por vezes sofrida, d'um iletrado escritor. Saem inquietações, também provocações, com sabor, a laranjas ou limões. Destas mãos que falam, saem letras perdidas, revoltas não contidas, contra opressões, das nossas vidas! (AJoão)

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

A lição de Filosofia de Manuel Maria Carrilho







in Expresso online, 30-10-2013





José Eduardo dos Santos já manda na Justiça portuguesa


«Arquivado processo contra Procurador Geral angolano por branqueamento de capitais»





«A Procuradoria-Geral da República anunciou, esta quarta-feira, o arquivamento do "processo administrativo" relativo ao Procurador-geral da República (PGR) de Angola, João Maria Moreira de Sousa, relacionado com branqueamento de capitais.

Segundo uma nota da Procuradoria-Geral da República (PGR), o processo foi aberto em Dezembro de 2011 após uma comunicação bancária efetuada ao Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), em cumprimento da lei de prevenção e repressão de branqueamento de capitais (Lei 25/2008), que transpôs para a ordem jurídica interna diretivas da União Europeia neste domínio.

"Efetuadas diligências e recolhida a informação necessária o Ministério Público considerou esclarecida e justificada a operação financeira objeto de investigação e determinou o arquivamento do procedimento por decisão proferida a 18 de julho de 2013, a qual foi notificada ao próprio (PGR angolano), por carta registada, no corrente mês" de outubro, diz a PGR, sem explicar as razões da demora da notificação.»




Fonte: JN online, 30-10-2013
Imagem Google



Notas do Zorate:
Ao que parece a decisão foi a 18 de Julho de 2013,  mas só foi comunicada três meses depois,  após José Eduardo dos Santos ter feito chantagem com Portugal.
Ou seja, depois da invasão económica do ditador angolano e sua filha, ficámos agora a saber que Eduardo dos Santos também já manda na Justiça portuguesa.

Joana Varela, ex-mulher de Manuel Maria Carrilho: "Fui espancada durante um dia inteiro"





«Ex-mulher de Manuel Maria Carrilho conta que um episódio de extrema violência ditou o fim do casamento e descreve o professor como uma pessoa "violenta por natureza". Ele garante que ela é uma "louca varrida".»


in DN online, 30-10-2013



terça-feira, 29 de outubro de 2013

Rui Machete, um delinquente que chegou a ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal






"Há inúmeros delinquentes, que o nosso povo bem conhece e que andam por aí impunemente, como não me tenho cansado de referir. Alguns até parece que foram escolhidos por isso mesmo, como é o caso do atual ministro dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete."



Mário Soares em artigo de opinião no Diário de Notícias online, 29/10/2013



Imagem Google

Machete diz que Angola e José Eduardo dos Santos são "pequenas coisas" e resolvem-se "com tempo e vontade"



in DN online, 29-10-2013


Sampaio da Nóvoa: "Desperdício da geração jovem é quase criminoso"


«Uma riqueza desperdiçada»

É desta forma que o antigo reitor da Universidade de Lisboa resume o que está a acontecer aos jovens em Portugal.





Vídeo in YouTube

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Bernardino Soares coliga-se com PSD de Passos Coelho na Câmara de Loures





Detalhes in Público online, 28-10-2013


Imagem Google

Casos pouco abonatórios para Manuel Maria Carrilho







«Carrilho nasceu em 1951 na cidade de Coimbra. Filho de um antigo Governador Civil de Viseu, no tempo da ditadura, viveu nesta cidade até aos 18 anos de idade, onde concluiu os seus estudos liceais. Depois estudou na Faculdade de Letras de Lisboa, onde se formou em filosofia em 1975. Carrilho é conhecido na altura nos meios lisboetas por dois motivos: as suas produções filosóficas na área da epistemologia e o seu terrível génio com a sua primeira mulher, funcionária da Secretaria de Estado da CulturaHá quem o imagine então uma espécie de filósofo tipo Louis Althusser (1918-1990), que de agressão em agressão acaba por estrangular a mulher. Em 1985 doutorou-se em Filosofia Contemporânea na Universidade Nova de Lisboa. O seu terrível feitio manifesta-se em alguns episódios que ficarão célebres no meio académico. No final dos anos 80 adere ao Partido Socialista.

O seu colega de Faculdade, Rui Vieira Nery, promove-o junto de António Guterres durante os Estados Gerais. Guterres acaba por o chamar para ministro da Cultura em Outubro de 1995. Nery fica como Secretário de Estado da Cultura. Enquanto ministro da cultura notabiliza-se por várias coisas: 

a) A multiplicação dos organismo com autonomia administrativa no Ministério da Cultura, fazendo desta forma disparar as despesas com dos seus serviços. Algumas contratações milionárias promovidas por Carrilho deram o sinal que se estava numa época de total esbanjamento do dinheiro dos contribuintes. O desvario de Carrilho e outros ministros foi completo, contribuindo para agravar o défice do Estado português. Facto que conduziu à própria demissão de António Guterres de primeiro-ministro, incapaz de alterar o rumo que as contas públicas e economia do país haviam tomado. 

b) A paragem das obras na Barragem do Vale do Côa foi saudada em 1995 como evidente satisfação. Carrilho prometeu então mundos e fundos, mas quando abandonou o governo tudo continuava na mesma.

c) A "Lei do Preço Fixo" dos livros consumiu rios de tinta e dinheiro do erário público. Quando foi aprovada já era letra morta. Hoje ninguém se lembra da mesma.      

d) O conflito que manteve, em 1999, com os membros da Sociedade Porto 2001, e que conduziu à saída da mesma de Augusto Santos Silva e António Barreto. Este último no jornal Público escreveu pouco depois sobre Carrilho um artigo arrasador: "Um Homem Sem Qualidades".

f) O principesco financiamento entre 2000 e Outubro de 2001, de um curto programa diário na RDP-Atena1, apresentado por Barbara Guimarães, com a qual se veio depois a casar. Na opinião pública ficou a ideia que se tratou de uma prenda oferecida à amiga com dinheiros públicos.

g) O polémico afastamento de Rui Vieira Nery que o acusou depois de uma gestão danosa do ministério da cultura.

No exercício destas funções adquire contudo bastante visibilidade pública. A presença de Portugal como país-tema, na Feira de Frankfourt, em Outubro de 1997, foi a sua principal obra. Após cinco anos, em Julho de 2000, abandona o governo de António Guterres, acusando-o de não ter perfil para primeiro-ministro.

Em 2001 volta de novo à ribalta, devido ao seu casamento com Barbara Guimarães, uma conhecida apresentadora televisiva. As fotos do seu casamento foram vendidas a retalho entre as revistas "cor de rosa". Carrilho continuou a construir uma imagem pública utilizando os mesmos processos do seu antecessor na área da cultura - Pedro Santana Lopes. 

Entretanto publica alguns livros de reflexão sobre a sua experiência governativa na área da cultura e os "impasses" políticos de Portugal: Hipóteses de Cultura (1999), A Cultura no Coração da Política (2001), O Estado da Nação (2002), Política e Conversa (2003), Crónicas Intempestivas (2004), Impasses de Portugal (2004). 

Foi um dos primeiros a apoiar Ferro Rodrigues, quando este sucedeu António Guterres no PS, mas foi também um dos primeiros a abandoná-lo

Em 2005 torna-se o candidato oficial do Partido Socialista à Câmara Municipal de Lisboa.»



Fonte: Jornal da Praceta, 2005



A indelicadeza de MANUEL MARIA CARRILHO para com Carmona Rodrigues no fim do famoso debate na candidatura à Câmara Municipal de Lisboa:




Vídeo in YouTube, 2008


«Primeiro temos aquele possidónio do Pedro Miguel Ramos, que a única coisa de jeito que fez, ao que dizem, foi ter dado porrada em Manuel Maria Carrilho quando descobriu que a sua querida "Barbie" Guimarães lhe andava a pôr os cornos com ele.»

Fonte: O Velho da Montanha, Setembro, 2003


«No seu site Manuel Maria Carrilho ataca Sócrates. Chama a atenção para a sua falta de cultura, para a sua impreparação ideológica e compara-o a Santana Lopes. Acusa-o de nunca ter posto em causa a gestão que Santana fez na CML.
Tem razão nas críticas à (im)preparação de Sócrates, tem razão na chamada de atenção que faz para a superior experiência de Santana em termos de populismo. Foi esperto ao ignorar Soares. 
Quanto ao 'Show Off', que critica em Sócrates e em Santana, lembramo-nos do que nos disseram quando usávamos calções: 'Meu menino, nós nunca conseguimos ver as nossas remelas, só vemos as remelas dos outros.' E não é que é mesmo verdade...»

Fonte: Planície Heróica, Setembro 2004



«Joana Varela, primeira mulher de Carrilho, mostrou-se solidária com Bárbara no Facebook. Fontes dizem ao JN que esta foi vítima de violência doméstica.»


Fonte: JN online, 28-10-2013







Capa do 'Correio da Manhã', 28-10-2013



domingo, 27 de outubro de 2013

Cardeal José Policarpo: "Não encontrei ninguém das oposições - todas elas - que apresentasse soluções... Sem ajuda Portugal só teria dinheiro para mês e meio"




Fonte: DN online, 27-10-2013



Situação do país resulta de governação para "clientelas e grupos corporativos fortes"




«O presidente da Cáritas, Eugénio Fonseca, considerou domingo que a situação atual do país resulta, em grande parte, da forma como foi conduzida a política portuguesa durante anos, em que se governou "para clientelas e grupos corporativos fortes".»


Lusa, 27-10-2013


Pablo Neruda, hoje, porque sim




Quero apenas cinco coisas…

Primeiro é o amor sem fim

A segunda é ver o Outono

A terceira é o grave Inverno

Em quarto lugar o Verão

A quinta coisa são teus olhos

Não quero dormir sem teus olhos.

Não quero ser… sem que me olhes.

Abro mão da Primavera para que me continues a olhar.



Pablo Neruda







Imagem Google

Robôs de cozinha: conheça a Bimby e as concorrentes





Vídeo in YouTube

sábado, 26 de outubro de 2013

Hora Certa






Vídeo in YouTube

As esquerdas umbilicais de Arménio Carlos e Francisco Louçã




O que disse Arménio Carlos, hoje,  segundo a Lusa: É tempo de "juntar forças e vontades" contra atuais políticas.

Aquilo que eu acho que Arménio queria dizer: É tempo de juntar forças e vontades ao PCP.

O que disse, hoje, Francisco Louçã, segundo a Lusa: Esquerda “precisa de mais força”.

Aquilo que eu acho que Louçã queria dizer: Bloco de Esquerda precisa de mais força.

Ou seja, esquerda sim, mas a esquerda do umbigo de cada um deles. Se assim não fosse não se tinham aliado ao PSD e CDS para derrubar um governo do PS, que teve como consequência a subida da Direita ao poder, para fazer aquilo que está à vista.



Hora de Inverno em Portugal



Madrugada do dia 27-10-2013





Imagem Google

Stop Watching Us (Parem de Nos Vigiar)






Vídeo in YouTube

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

A Mentira de Cavaco



«O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, reiterou hoje que a única relação que teve com o BPN ou as suas empresas foi enquanto depositante para aplicação de poupanças quando era professor universitário.»


in DN online, 17-10-2013



«Cavaco Silva foi accionista da Sociedade Lusa de Negócios (SLN) detentora do Banco Português de Negócios (BPN) entre 2001 e 2003, altura que ainda não era Presidente da República. Ao sair teve um ganho de 147,5 mil euros. A sua filha Patrícia também teve acções da SLN e lucrou ainda mais ao sair: 209,4 mil euros.»


in DN online, 30-05-2009




Notas do Zorate:
Afinal, Cavaco teve duas e não uma única relação com o BPN/SLN: Depositante e Accionista.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

terça-feira, 15 de outubro de 2013

'Angola e o medo de dizer' por Henrique Monteiro

 
 

in Expresso online, 15-10-2013
 
 
 

Regime corrupto de Angola zangou-se com Portugal

 
 
«Presidente angolano anuncia fim da parceria estratégica com Portugal»
 
 
 



«O Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, anunciou hoje em Luanda o fim da parceria estratégica com Portugal, durante o discurso sobre o estado da Nação, na Assembleia Nacional de Angola.»
 
 
Lusa, 15-10-2013
Título do post de Zorate

Ele há cada coincidência


Um dos retratos robô do principal suspeito do caso Maddie :



Gerry McCann, pai de Maddie:





Imagens Google

sábado, 12 de outubro de 2013

Ribeiro Santos foi assassinado pela PIDE/DGS há 41 anos



Ribeiro Santos, 19 de Março de 1946 - 12 de Outubro de 1972 




No dia 12 de Outubro de 1972, José António Ribeiro Santos, estudante universitário, militante do MRPP - Movimento Reorganizativo do Partido do Proletariado - (onde militei em adolescente), foi barbaramente assassinado pela PIDE-DGS, polícia politica do regime de Salazar/Caetano.







Imagem in Google
Vídeo in YouTube, canal Horta do Zorate

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

A maior "Tortura em Democracia" (e em Ditadura) foi-me imposta por José Sócrates





Na próxima quinta-feira, dia 17 de Outubro de 2013, José Sócrates vai lançar o seu livro 'A CONFIANÇA NO MUNDO - Sobre a Tortura em Democracia'.
Ao tomar conhecimento deste livro, veio-me à memória que a maior "Tortura em Democracia" (e em Ditadura) e consequente des'CONFIANÇA NO MUNDO' foi-me imposta precisamente pelo primeiro-ministro José Sócrates (líder do partido onde militei mais de 20 anos), quando estive cerca de três anos sem médico de família, que voltei a ter quando Passos e Portas (que NUNCA contaram com os meus votos) assumiram a governação do meu país.
Ironias da vida.

Alberto João
Ex-militante do PS, com o número 124006.



Imagem in  Facebook

domingo, 6 de outubro de 2013

Portugal dispensava esta aberração promovida por Sócrates, Jerónimo e Louçã



Eduardo Beauté declara-se... ao marido Luís Borges






Detalhes in DN online, 06-10-2013

Vangelis - The Tao Of Love






«Tao 道(pronuncia-se tao, mas na grafia chinesa Pinyin escreve-se Dao) significa, traduzindo literalmente, o Caminho, mas é um conceito que só pode ser apreendido por intuição. O Tao não é só um caminho físico e espiritual; é identificado com o Absoluto que, por divisão, gerou os opostos/complementares Yin e Yang, a partir dos quais todas as «dez mil coisas» que existem no Universo.»



Vídeo e texto in YouTube

A vida que você escolheu







Vídeo in YouTube

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

António Costa diz que PS ainda não é alternativa ao Governo




António Costa considera que apesar da vitória do Partido Socialista (PS) nas autárquicas ser clara, as eleições revelaram que a alternativa ao Governo ainda está por conquistar. As declarações de Costa foram feitas na Quadratura do Círculo da SIC Notícias, em que o resultado das autárquicas esteve em debate.








Fonte: SIC Notícias online, 04-10-2013

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Lista dos 308 presidentes de câmara eleitos nas Autárquicas de 2013


Lista por Distritos:

 
AVEIRO
 
Águeda - Gil Nadais Resende da Fonseca (PS)
Albergaria-a-Velha - António Augusto Amaral Loureiro e Santos (CDS-PP)
Anadia - Maria Teresa Belém Correia Cardoso (Independente)
Arouca - José Artur Tavares Neves (PS)
Aveiro - José Agostinho Ribau Esteves (PPD/PSD - CDS-PP - PPM)
Castelo de Paiva - Gonçalo Fernando da Rocha de Jesus (PS)
Espinho - Joaquim José Pinto Moreira (PPD/PSD)
Estarreja - Diamantino Sabina (PPD/PSD - CDS-PP)
Santa Maria da Feira - Emídio Ferreira dos Santos Sousa (PPD/PSD)
Ílhavo - Fernando Caçoilo (PSD)
Mealhada - Rui Manuel Leal Marqueiro (PS)
Murtosa - Joaquim Manuel dos Santos Baptista (PPD/PSD)
Oliveira de Azeméis - Hermínio José Sobral de Loureiro Gonçalves (PPD/PSD)
Oliveira do Bairro - Mário João Ferreira da Silva Oliveira (PPD/PSD)
Ovar - Salvador Malheiro Ferreira da Silva (PPD/PSD)
São João da Madeira - Ricardo Nicolau Soares Terra de Oliveira Figueiredo (PPD/PSD)
Sever do Vouga - António José Martins Coutinho (PS)
Vagos - Silvério Rodrigues Regalado (PPD/PSD)
Vale de Cambra - José Alberto Freitas Soares Pinheiro e Silva (CDS-PP)
 
 
BEJA
 
Aljustrel - Nelson Domingos Brito (PS)
Almodôvar - António Manuel Ascensão Mestre Bota (PS)
Alvito - António João Feio Valério (PCP - PEV)
Barrancos - António Pica Tereno (PCP - PEV)
Beja - João Manuel Rocha da Silva (PCP - PEV)
Castro Verde - Francisco José Caldeira Duarte (PCP - PEV)
Cuba - João Manuel Casaca Português (PCP - PEV)
Ferreira do Alentejo - Aníbal Sousa Reis Coelho de Costa (PS)
Mértola - Jorge Rosa (PS)
Moura - Santiago Augusto Ferreira Macias (PCP - PEV)
Odemira - José Alberto Candeias Guerreiro (PS)
Ourique - Pedro Nuno Raposo Prazeres do Carmo (PS)
Serpa - Tomé Alexandre Martins Pires (PCP-PEV)
Vidigueira - Manuel Narra (PCP - PEV)
 
 
BRAGA
 
Amares - Manuel da Rocha Moreira (PS)
Barcelos - Miguel Jorge da Costa Gomes (PS)
Braga - Ricardo Bruno Antunes Machado Rio (PPD/PSD - CDS-PP - PPM)
Cabeceiras de Basto - Serafim China Pereira (PS)
Celorico de Basto - Joaquim Monteiro da Mota e Silva (PPD/PSD)
Esposende - António Benjamim da Costa Pereira (PPD/PSD)
Fafe - Raul Cunha (PS)
Guimarães - Domingos Bragança Salgado (PS)
Póvoa de Lanhoso - Manuel José Torcato Soares Baptista (PPD/PSD)
Terras de Bouro - Joaquim José Cracel Viana (PS)
Vieira do Minho - António Cardoso Barbosa (PPD/PSD - CDS-PP)
Vila Nova de Famalicão - Paulo Alexandre Matos Cunha (PPD/PSD - CDS-PP)
Vila Verde - António Fernando Nogueira Cerqueira Vilela (PPD/PSD)
Vizela - Dinis Manuel da Silva Costa (PS)
 
 
BRAGANÇA
 
Alfândega da Fé - Berta Nunes (PS)
Bragança - Hernâni Dinis Venâncio Dias (PPD/PSD)
Carrazeda de Ansiães - José Luís Correia (PPD/PSD
Freixo de Espada à Cinta - Maria do Céu Quintas (PPD/PSD)
Macedo de Cavaleiros - Manuel Duarte Fernandes Moreno (PPD/PSD)
Miranda do Douro - Artur Manuel Rodrigues Nunes (PS)
Mirandela - António José Pires Almor Branco (PPD/PSD)
Mogadouro - Francisco José Mateus Albuquerque Guimarães (PS)
Torre de Moncorvo - Nuno Jorge Rodrigues Gonçalves (PPD/PSD - CDS-PP)
Vila Flor - Fernando Francisco Teixeira de Barros (PS)
Vimioso - António Jorge Fidalgo Martins (PPD/PSD)
Vinhais - Américo Jaime Afonso Pereira (PS)
 
 
CASTELO BRANCO
 
Belmonte - António Dias Rocha (PS)
Castelo Branco - Luís Manuel dos Santos Correia (PS)
Covilhã - Vitor Manuel Pinheiro Pereira (PS)
Fundão - Paulo Alexandre Bernardo Fernandes (PPD/PSD)
Idanha-a-Nova - Armindo Moreira da Palma Jacinto (PS)
Oleiros - Fernando Marques Jorge (PPD/PSD)
Penamacor - António Luís Beites Soares (PS)
Proença-a-Nova - João Paulo Lopes Catarino (PS)
Sertã - José Farinha Nunes (PPD/PSD)
Vila de Rei - Ricardo Jorge Martins Aires (PPD/PSD)
Vila Velha de Ródão - Luís Miguel Ferro Pereira (PS)
 
 
COIMBRA
 
Arganil - Ricardo João Barata Pereira Alves (PPD/PSD)
Cantanhede - João Carlos Vidaurre Pais de Moura (PPD/PSD)
Coimbra - Manuel Augusto Soares Machado (PS)
Condeixa-a-Nova - Nuno Miguel Martins Rondão Moita da Costa (PS)
Figueira da Foz - João Ataíde (PS)
Góis - Maria de Lurdes de Oliveira Castanheira (PS)
Lousã - Luís Miguel Correia Antunes (PS)
Mira - Raul José Rei Soares de Almeida (PPD/PSD)
Miranda do Corvo - António Miguel Costa Baptista (PS)
Montemor-o-Velho - Emilio Torrão (PS)
Oliveira do Hospital - José Carlos Alexandrino Mendes (PS)
Pampilhosa da Serra - José Alberto Pacheco Brito Dias (PPD/PSD)
Penacova - Humberto José Batista Oliveira (PS)
Penela - Luis Filipe da Silva Lourenço Matias (PPD/PSD)
Soure - Mário Jorge da Costa Rodrigues Nunes (PS)
Tábua - Mário Almeida Loureiro (PS)
Vila Nova de Poiares - João Miguel Sousa Henriques (PS)
 
 
ÉVORA
 
Alandroal - Mariana Rosa Gomes Chilra (PCP - PEV
Arraiolos - Sílvia Cristina Tirapicos Pinto (PCP - PEV)
Borba - António Anselmo (Independente)
Estremoz - Luis Filipe Pereira Mourinha (Independente)
Évora - Carlos Manuel Rodrigues Pinto de Sá (PCP - PEV)
Montemor-o-Novo - Hortênsia dos Anjos Chegado Menino (PCP - PEV)
Mora - Luís Simão Duarte de Matos (PCP-PEV)
Mourão - Maria Clara Pimenta Pinto Martins Safara (PS)
Portel - José Manuel Clemente Grilo (PS)
Redondo - António José Rega Matos Recto (Independente)
Reguengos de Monsaraz - José Gabriel Paixão Calixto (PS)
Vendas Novas - Luís Carlos Piteira Dias - (PS)
Viana do Alentejo - Bernardino António Bengalinha Pinto (PS)
Vila Viçosa - Manuel João Fontainhas Condenado (PCP-PEV)
 
 
FARO
 
Albufeira - Carlos Eduardo Silva e Sousa (PPD/PSD)
Alcoutim - Osvaldo dos Santos Gonçalves (PS)
Aljezur - José Manuel Velhinho Amarelinho (PS)
Castro Marim -- Francisco Amaral (PPD/PSD)
Faro - Rogério Conceição Bacalhau Coelho (PPD/PSD - CDS-PP - MPT - PPM)
Lagoa - Francisco José Malveiro Martins (PS)
Lagos - Maria Joaquina Baptista Quintans de Matos (PS)
Loulé - Vitor Manuel Gonçalves Aleixo (PS)
Monchique - Rui André (PSD)
Olhão - António Pina (PS)
Portimão - Isilda Maria Prazeres dos Santos Varges Gomes (PS)
São Brás de Alportel - Vítor Manuel Martins Guerreiro (PS)
Silves - Rogério Pinto (PSD)
Tavira - Jorge Manuel do Nascimento Botelho (PS)
Vila do Bispo - Adelino Augusto da Rocha Soares (PS)
Vila Real de Santo António - Luis Filipe Soromenho Gomes (PPD/PSD)
 
 
GUARDA
 
Aguiar da Beira - Joaquim António Marques Bonifácio (Independente)
Almeida - António Baptista Ribeiro (PPD/PSD - CDS-PP)
Celorico da Beira - José Francisco Gomes Monteiro (PS)
Figueira de Castelo Rodrigo - Paulo José Gomes Langrouva (PS)
Fornos de Algodres - António Manuel Pina Fonseca (PS)
Gouveia - Luís Tadeu (PPD/PSD - CDS-PP)
Guarda - Álvaro dos Santos Amaro (PPD/PSD - CDS-PP)
Manteigas - José Manuel Custódia Biscaia (PPD/PSD)
Meda - Anselmo Antunes de Sousa (PS)
Pinhel - Rui Manuel Saraiva Ventura (PPD/PSD)
Sabugal - António dos Santos Robalo (PPD/PSD)
Seia - Carlos Filipe Camelo Miranda de Figueiredo (PS)
Trancoso - Almícar José Nunes Salvador (PS)
Vila Nova de Foz Côa - Gustavo de Sousa Duarte (PPD-PSD)
 
 
LEIRIA
 
Alcobaça - Paulo Jorge Marques Inácio (PPD/PSD)
Alvaiázere - Paulo Tito Delgado Morgado (PPD/PSD)
Ansião - Rui Rocha (PSD)
Batalha - Paulo Jorge Frazão Batista dos Santos (PPD/PSD)
Bombarral - José Manuel Gonçalves Vieira (PPD/PSD)
Caldas da Rainha - Fernando Manuel Tinta Ferreira (PPD/PSD)
Castanheira de Pêra - Fernando José Pires Lopes (PS)
Figueiró dos Vinhos - Jorge Manuel Fernandes de Abreu (PS)
Leiria - Raul Miguel de Castro (PS)
Marinha Grande - Álvaro Manuel Marques Pereira (PS)
Nazaré - Walter Manuel Cavaleiro Chicharro (PS)
Óbidos - Humberto da Silva Marques (PPD/PSD)
Pedrógão Grande - Valdemar Gomes Fernandes Alves (PPD/PSD)
Peniche - António José Ferreira Sousa Correia Santos (PCP - PEV)
Pombal - Luís Diogo de Paiva Morão Alves Mateus (PPD/PSD)
Porto de Mós - João Salgueiro (PS)
 
 
LISBOA
 
Alenquer - Pedro Miguel Ferreira Folgado (PS)
Arruda dos Vinhos - André Filipe dos Santos Matos Rijo (PS)
Azambuja - Luís Manuel Abreu de Sousa (PS)
Cadaval - José Bernardo Nunes (PPD/PSD)
Cascais - Carlos Manuel Lavrador de Jesus Carreiras (PPD/PSD - CDS-PP)
Lisboa - António Costa (PS)
Loures - Bernardino José Torrão Soares (PCP - PEV)
Lourinhã - João Duarte Anastácio de Carvalho (PS)
Mafra - Helder António Guerra de Sousa Silva (PPD/PSD)
Oeiras - Paulo Vistas (Independente)
Sintra - Basílio Horta (PS)
Sobral de Monte Agraço - José Alberto Quintino (PCP - PEV)
Torres Vedras - Carlos Manuel Soares Miguel (PS)
Vila Franca de Xira - Alberto Simões Maia Mesquita (PS)
Amadora - Carla Maria Nunes Tavares - (PS)
Odivelas - Susana de Fátima Carvalho Amador (PS)
 
 
PORTALEGRE
 
Alter do Chão - Joviano Martins Vitorino (PPD/PSD)
Arronches - Fermelinda de Jesus Pombo Carvalho (PPD/PSD)
Avis - Nuno Paulo Augusto da Silva (PCP - PEV)
Campo Maior - Ricardo Miguel Furtado Pinheiro (PS)
Castelo de Vide - António Manuel das Neves Nobre Pita (PPD/PSD)
Crato - José Correia da Luz (PS)
Elvas - Nuno Miguel Fernandes Mocinha (PS)
Fronteira - Rogério David Sádio da Silva (PPD/PSD)
Gavião - José Fernando da Silva Pio (PS)
Marvão - Victor Manuel Martins Frutuoso (PPD/PSD)
Monforte - Gonçalo Nuno Ribeiro Brandão Amanso Lagem (PCP - PEV)
Nisa - Maria Idalina Alves Trindade (PS)
Ponte de Sor - Hugo Luis Pereira Hilário (PS)
Portalegre - Maria Adelaide Franco Lebreiro de Aguiar Marques Teixeira (Independente)
Sousel - Armando Jorge Mendonça Varela (PPD/PSD)
 
 
PORTO
 
Amarante - José Luís Gaspar Jorge (PPD/PSD - CDS-PP)
Baião - José Luís Pereira Carneiro (PS)
Felgueiras - José Inácio Cardoso Ribeiro (PPD/PSD - PPM)
Gondomar - Marco André dos Santos Martins Lopes (PS)
Lousada - Pedro Daniel Machado Gomes (PS)
Maia - António Gonçalves Bragança Fernandes (PPD/PSD - CDS-PP)
Marco de Canaveses - Manuel Maria Moreira (PPD/PSD)
Matosinhos - Guilherme Manuel Lopes Pinto (Independente)
Paços de Ferreira - Humberto Fernando Leão Pacheco de Brito (PS)
Paredes - Carlos Manuel Gomes Ferreira (PPD/PSD)
Penafiel - Antonino Aurélio Vieira de Sousa (PPD/PSD - CDS-PP)
Porto - Rui de Carvalho de Araújo Moreira (Independente)
Póvoa de Varzim - Aires Henrique do Couto Pereira (PPD/PSD)
Santo Tirso - Joaquim Barbosa Ferreira Couto (PS)
Valongo - José Manuel Pereira Ribeiro (PPD/PSD)
Vila do Conde - Elisa Ferraz (PS)
Vila Nova de Gaia - Eduardo Vitor Rodrigues (PS)
Trofa - Sérgio Humberto Pereira da Silva (PPD/PSD - CDS-PP)
 
 
SANTARÉM
 
Abrantes - Maria do Céu Oliveira Antunes Albuquerque (PS)
Alcanena - Fernanda Maria Pereira Asseiceira (PS)
Almeirim - Pedro Miguel César Ribeiro (PS)
Alpiarça - Mário Fernando Atracado Pereira (PCP - PEV)
Benavente - Carlos António Pinto Coutinho (PCP - PEV)
Cartaxo - Pedro Miguel Magalhães Ribeiro (PS)
Chamusca - Paulo Jorge Mira Lucas Cegonho Queimado (PS)
Constância - Júlia Maria Gonçalves Lopes de Amorim (PCP - PEV)
Coruche - Francisco Silvestre de Oliveira (PS)
Entroncamento - Jorge Manuel Alves de Faria (PS)
Ferreira do Zêzere - Jacinto Manuel Lopes Cristas Flores (PPD/PSD)
Golegã - Rui Manuel Lince Singeis Medinas Duarte (PS)
Mação - Vasco António Mendonça Sequeira Estrela (PPD/PSD)
Rio Maior - Isaura Maria Elias Crisóstomo Bernardino Morais (PPD/PSD - CDS-PP)
Salvaterra de Magos - Hélder Manuel Ramalho de Sousa Esménio (PS)
Santarém - Ricardo Gonçalves Ribeiro Gonçalves (PPD/PSD)
Sardoal - António Miguel Cabedal Borges (PPD/PSD)
Tomar - Anabela Gaspar de Freitas (PS)
Torres Novas - Pedro Paulo Ramos Ferreira (PS)
Vila Nova da Barquinha - Fernando Manuel dos Santos Freire (PS)
Ourém - Paulo Alexandre Homem de Oliveira Fonseca (PS)
 
 
SETÚBAL
 
Alcácer do Sal - Vítor Proença (PCP - PEV)
Alcochete - Luís Miguel Carraça Franco (PCP - PEV)
Almada - Joaquim Judas (PCP - PEV)
Barreiro - Carlos Humberto Palácios Pinheiro de Carvalho (PCP - PEV)
Grândola - António Figueira Mendes (PCP - PEV)
Moita - Rui Manuel Marques Garcia (PCP - PEV)
Montijo - Nuno Canta (PS)
Palmela - Álvaro Manuel Balseiro Amora (PCP - PEV)
Santiago do Cacém - Álvaro dos Santos Beijinha (PCP - PEV)
Seixal - Joaquim Cesário Cardador dos Santos (PCP - PEV)
Sesimbra - Augusto Manuel Neto Carapinha Pólvora (PCP - PEV)
Setúbal - Maria das Dores Marques Banheiro Meira (PCP - PEV)
Sines - Nuno José Gonçalves Mascarenhas (PS)
 
 
VIANA DO CASTELO
 
Arcos de Valdevez - João Manuel do Amaral Esteves (PPD/PSD)
Caminha - Miguel Alves (PS)
Melgaço - Manuel Batista Calçada Pombal (PS)
Monção - Augusto Henrique de Oliveira Domingues (PS)
Paredes de Coura - Vítor Paulo Gomes Pereira (PS)
Ponte da Barca - António Vassalo Abreu (PS)
Ponte de Lima - Victor Manuel Alves Mendes (CDS-PP)
Valença - Jorge Manuel Salgueiro Mendes (PPD/PSD)
Viana do Castelo - José Maria da Cunha Costa (PS)
Vila Nova de Cerveira - João Fernando Brito Nogueira (Independente)
 
 
VILA REAL
 
Alijó - Carlos Jorge Vilela da Rocha Magalhães (PPD/PSD)
Boticas - Fernando Eirão Queiroga (PPD/PSD)
Chaves - António Cândido Monteiro Cabeleira (PPD/PSD)
Mesão Frio - Alberto Monteiro Pereira (PS)
Mondim de Basto - Humberto da Costa Cerqueira (PS)
Montalegre - Manuel Orlando Fernandes Alves (PS)
Murça - José Maria Garcia Costa (PS)
Peso da Régua - Nuno Manuel Sousa Pinto de Carvalho Gonçalves (PPD/PSD)
Ribeira de Pena - Rui Vaz Alves (PS)
Sabrosa - José Manuel de Carvalho Marques (PS)
Santa Marta de Penaguião - Luís Reguengo Machado (PS)
Valpaços - Amílcar Rodrigues Alves Castro de Almeida (PPD/PSD)
Vila Pouca de Aguiar - António Alberto Pires Aguiar Machado (PPD/PSD)
Vila Real - Rui Santos (PS)
 
 
VISEU
 
Armamar - João Paulo Soares Carvalho Pereira da Fonseca (PPD/PSD)
Carregal do Sal - Rogério Mota Abrantes (PS)
Castro Daire - José Fernando Carneiro Pereira (PS)
Cinfães - Armando da Silva Mourisco (PS)
Lamego - Franscisco Manuel Lopes (PPD/PSD - CDS-PP)
Mangualde - João Nuno Ferreira Gonçalves de Azevedo (PS)
Moimenta da Beira - José Eduardo Lopes Ferreira (PS)
Mortágua - José Júlio Henriques Norte (PPD/PSD)
Nelas - Borges da Silva (PS)
Oliveira de Frades - Luís Manuel Martins de Vasconcelos (PPD/PSD - CDS-PP)
Penalva do Castelo - Francisco Lopes de Carvalho (PS)
Penedono - António Carlos Saraiva Esteves de Carvalho (PPD/PSD)
Resende - Manuel Joaquim Garcez Trindade (PS)
Santa Comba Dão - Leonel José Antunes Gouveia (PS)
São João da Pesqueira - José Tulha (PSD)
São Pedro do Sul - Vítor Manuel de Almeida Figueiredo (PS)
Sátão - Alexandre Manuel Mendonça Vaz (PPD/PSD)
Sernancelhe - Carlos Silva Santiago (PPD/PSD)
Tabuaço - Carlos André Teles Paulo de Carvalho (PPD/PSD - CDS-PP)
Tarouca - Valdemar de Carvalho Pereira (PPD/PSD)
Tondela - José António Gomes de Jesus (PPD/PSD)
Vila Nova de Paiva - José Morgado Ribeiro (PS)
Viseu - António Joaquim Almeida Henriques (PPD/PSD)
Vouzela - Rui Miguel Ladeira Pereira (PPD/PSD)
 
 
MADEIRA
 
Calheta (R.A.M.) - Carlos Manuel Figueira de Ornelas Teles (PPD/PSD)
Câmara de Lobos - Pedro Emanuel Abreu Coelho (PPD/PSD)
Funchal - Paulo Alexandre Nascimento Cafôfo (PS - BE - PND - MPT - PTP - PAN)
Machico - Ricardo Miguel Nunes Franco (PS)
Ponta do Sol - Rui David Pita Marques Luís (PPD/PSD)
Porto Moniz - João Emanuel Silva Câmara (PS)
Ribeira Brava - Ricardo António Nascimento (PPD/PSD)
Santa Cruz - Filipe Martiniano Martins de Sousa (Independente)
Santana - Teófilo Alírio Reis Cunha (CDS-PP)
São Vicente - José António Gonçalves Garçês (Independente)
Porto Santo - Filipe Emanuel Menezes de Oliveira (PS)
 
 
AÇORES
 
Vila do Porto - Carlos Henrique Lopes Rodrigues (PPD/PSD)
Lagoa (R.A.A) - João António Ferreira Ponte (PS)
Nordeste - Carlos Mendonça (PS)
Ponta Delgada - José Manuel Cabral Dias Bolieiro (PPD/PSD)
Povoação - Carlos Emílio Lopes Machado Ávila (PS)
Ribeira Grande - Alexandre Branco Gaudêncio (PPD/PSD)
Vila Franca do Campo - Ricardo Manuel de Amaral Rodrigues (PS)
Angra do Heroísmo - José Gabriel do Álamo de Meneses (PS)
Vila da Praia da Vitória - Roberto Lúcio Silva Pereira Monteiro (PS)
Santa Cruz da Graciosa - Manuel Avelar Cunha Santos (PS)
Calheta (R.A.A.) - Décio Natálio Almada Pereira (Independente)
Velas - Luís Virgílio de Sousa da Silveira (CDS-PP)
Lajes do Pico - Roberto Manuel Medeiros da Silva (PS)
Madalena - José António Marcos Soares (PPD/PSD)
São Roque do Pico - Mark Anthony Silveira (PS)
Horta - José Leonardo Goulart Silva (PS)
Lajes das Flores - Luís Carlos Martins Maciel (PS)
Santa Cruz das Flores - José Carlos Pimentel Mendes (PS)
Corvo - José Manuel Alves da Silva (PS)
 
 
 
 
Fonte: Direção Geral da Administração Interna

Contador, desde 2008:

Localizador, desde 2010:

Acerca de mim

A minha foto
"Horta do Zorate" é um blogue pessoal, editado por Alberto João (Catujaleno), cidadão do mundo, fazedor desencostado, em auto-construção há 58 anos.