Destas mãos que falam, saem gritos d'alma, gemidos de dor, às vezes, letras com amor, pedaços da vida, por vezes sofrida, d'um iletrado escritor. Saem inquietações, também provocações, com sabor, a laranjas ou limões. Destas mãos que falam, saem letras perdidas, revoltas não contidas, contra opressões, das nossas vidas! (AJoão)

sábado, 21 de maio de 2016

CAVACO, JESUS E BRUNO DE CARVALHO




Já com algum distanciamento temporal dos factos, vieram-me hoje à memória estes três ilustres personagens que, a meu ver, fizeram comunicações desastrosas que tiveram o efeito contrário daquilo que pretendiam.
A saber:
Cavaco Silva - Após as Eleições Legislativas de 2015, o então Presidente da República procurou, num discurso a roçar um certo estilo raivoso, condicionar a solução governativa apenas a um entendimento entre PSD/CDS e PS, coloc
ando o PCP e o Bloco de Esquerda à margem da solução, ignorando com isso a Constituição da República Portuguesa, que jurou cumprir e fazer cumprir. O resultado desta comunicação desastrosa foi aquilo que sabemos: O PS que ainda estava dividido entre Costistas e Seguristas, colocou as divergências de lado e uniu-se em torno de António Costa, e este, de candidato a primeiro-ministro fortemente derrotado nas urnas, foi levado em ombros e foi consagrado como o grande vencedor do ano. O PCP e o Bloco de Esquerda furiosos por terem sido excluídos por Cavaco, fizeram aquilo que NUNCA tinham feito em mais de 40 anos: de inimigos figadais do PS, passaram a amigos e grandes defensores de um Governo Socialista. Até quando não sabemos. Mas, depois de o PCP e o Bloco de Esquerda se terem aliado à Direita para derrubar o segundo Governo de Sócrates, quem diria que este "casamento" era possível? :)
Jorge Jesus e Bruno de Carvalho - A época passada começou bem para o meu Sporting. Eu diria, mesmo muito bem. O Sporting liderava a I Liga com alguns pontos de avanço sobre os dois clubes rivais Benfica e FC Porto, e tudo fazia acreditar que o clube de Alvalade seria Campeão na época 2015/2016. Ora quando, Jorge Jesus e Bruno de Carvalho começaram a "cantar de galo" e a "comprar" guerras desnecessárias com a Arbitragem; com a Comunicação Social; com os Clubes Rivais, deixando para trás o mais importante e essencial: O Sporting Clube de Portugal. O resultado foi aquele que se viu. Terão, Jesus e Bruno de Carvalho, aprendido a lição? :)
Boa noite! :)








Imagens in Google

Sem comentários:

Contador, desde 2008:

Localizador, desde 2010:

Acerca de mim

A minha foto
"Horta do Zorate" é um blogue pessoal, editado por Alberto João (Catujaleno), cidadão do mundo, fazedor desencostado, em auto-construção há 58 anos.