Destas mãos que falam, saem gritos d'alma, gemidos de dor, às vezes, letras com amor, pedaços da vida, por vezes sofrida, d'um iletrado escritor. Saem inquietações, também provocações, com sabor, a laranjas ou limões. Destas mãos que falam, saem letras perdidas, revoltas não contidas, contra opressões, das nossas vidas! (AJoão)

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Idália Serrão, uma deputada mentirosa que chegou a secretária da Assembleia da República



Quando em Novembro de 2014 os deputados José Lello (PS) e Couto dos Santos (PSD) procuraram às escondidas a aprovação da proposta que visava recuperar as subvenções vitalícias, fiz parte do movimento de cidadãos que nas redes sociais acabou por provocar o aborto daquela iniciativa.
No dia 21-11-2014, a minha amiga e deputada Idália Serrão, vendo que eu estava de corpo e alma envolvido na contestação àquela manobra batoteira e injusta, fez-me chegar, via mensagem privada, o seguinte texto:
"Bom dia Alberto. Esta proposta foi ontem aprovada numa comissão. Não foi distribuída a todos os deputados. Desconhecíamos. A partir daí desencadeámos um movimento para abortar isto tudo. Não faz sentido . Nenhum! Peço-lhe reserva pf abraço. Idalia".
Ou seja, no preciso momento que procurava fazer-me crer que estava contra a recuperação das subvenções vitalícias, Idália Salvador Serrão assinou o documento que pretendia a sua recuperação.
Em eleições Legislativas NUNCA votei contra o PS.
Em 4 de Outubro de 2015 fiquei em casa.
Se tivesse ido votar, teria votado no PS, e agora seria mais um eleitor revoltado com esta deputada aldrabona eleita pelo meu círculo eleitoral.
Como não fui votar, estou apenas indignado com uma deputada mentirosa que ocupa o cargo de secretária da Assembleia da República.
Boa tarde! :)






Imagem Google

Sem comentários:

Contador, desde 2008:

Localizador, desde 2010:

Acerca de mim

A minha foto
"Horta do Zorate" é um blogue pessoal, editado por Alberto João (Catujaleno), cidadão do mundo, fazedor desencostado, em auto-construção há 58 anos.