Destas mãos que falam, saem gritos d'alma, gemidos de dor, às vezes, letras com amor, pedaços da vida, por vezes sofrida, d'um iletrado escritor. Saem inquietações, também provocações, com sabor, a laranjas ou limões. Destas mãos que falam, saem letras perdidas, revoltas não contidas, contra opressões, das nossas vidas! (AJoão)

domingo, 26 de março de 2017

Bem prega frei... Augusto Santos Silva



O nosso Ministro dos Negócios Estrangeiros, que há tempos comparou a concertação social com uma feira de gado, cortou relações com Jeroen Dijsselbloem, presidente do Eurogrupo, por este último, numa entrevista, ter usado uma metáfora, na primeira pessoa: "Eu não posso gastar o meu dinheiro todo em aguardente e mulheres e pedir-lhe de seguida a sua ajuda".
Sim, eu acredito em OVNIS, apesar de nunca ter visto nenhum!





Imagem do Google

Sem comentários:

Contador, desde 2008:

Localizador, desde 2010:

Acerca de mim

A minha foto
"Horta do Zorate" é um blogue pessoal, editado por Alberto João (Catujaleno), cidadão do mundo, fazedor desencostado, em auto-construção há 58 anos.