Destas mãos que falam, saem gritos d'alma, gemidos de dor, às vezes, letras com amor, pedaços da vida, por vezes sofrida, d'um iletrado escritor. Saem inquietações, também provocações, com sabor, a laranjas ou limões. Destas mãos que falam, saem letras perdidas, revoltas não contidas, contra opressões, das nossas vidas! (AJoão)

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Billy the Kid: Perdão decidido 129 anos depois da sua morte

Billy the Kid roubou, matou e liderou um bando de assassinos, anos depois foi inspiração para dezenas de livros e filmes. Esta sexta-feira volta a estar no centro das atenções. O governador do Novo México decide se concede ou não o perdão póstumo a Billy the Kid. A decisão não é pacífica, tal como não foi a vida do fora-da-lei que se fez lenda.

O cinema não se cansa de contar a história de Billy the Kid, o fora-de-lei que matou e roubou, que se envolveu em dezenas de tiroteios e protagonizou fugas espectaculares.

Aos 21 anos morreu como costumava matar, à queima-roupa. Pat Garret, xerife do Novo México, que foi também um perigoso bandido, apanha o amigo Billy, numa emboscada. Fica com a glória de acabar com a vida de um bandido, sem imaginar que estava ao mesmo tempo a criar uma lenda e uma inspiração para a sétima Arte como este o filme «Pat Garrett and Billy the Kid»




129 anos depois da morte de Billy the Kid, o governador do estado do Novo México vai anunciar se lhe concede o perdão a título póstumo.

A poucas horas de terminar o mandato, Bill Richardson recorre a factos históricos para se justificar.

Contam documentos da época, que o governador Lew Wallace prometeu perdoar Billy the Kid se ele colaborasse num inquérito criminal. O testemunho foi feito, mas o perdão não se realizou.

Se a promessa se concretizar hoje, os netos do xerife que matou Billy the Kid, dizem que a História inverte-se. Transformará Pat Garrett num assassino frio e Billy the Kid será uma lenda ainda maior.

Uma lenda de inspirou livros de banda desenha, filmes e músicas, como uma dos maiores êxitos de Bob Dylan.


in TSF online, 31-12-2010

Sem comentários:

Contador, desde 2008:

Localizador, desde 2010:

Acerca de mim

A minha foto
"Horta do Zorate" é um blogue pessoal, editado por Alberto João (Catujaleno), cidadão do mundo, fazedor desencostado, em auto-construção há 59 anos.